Os Cavaleiros do Zodíaco

A Saga de Asgard


A Saga de Asgard é um dos arcos principais do anime Os Cavaleiros do Zodíaco. É exclusivo do anime e foi inspirada no filme A Grande Batalha dos DeusesHilda de Polaris é a representante do deus Odin (mitologia nórdica), na Terra, tendo como missão garantir a paz em Asgard. Um estranho acontecimento ocorre, surge uma voz desconhecida incitando Hilda a largar os seus deveres e rumar junto com o seu povo para a terra ensolarada, tirando assim, a regência de Atena. 

Hilda recusa a oferta, no entanto, após ser dominada e  receber de Poseidon o Anel do Nibelungo, passa a seguir ordens do deus grego, declarando guerra a Atena. Hilda desperta os seus guerreiros deuses e envia Shido de Mizar para o Santuário, a fim de testar a proteção da morada sagrada da deusa Atena. Todos os sobreviventes desta triste batalha rumam para encontrar Atena. O clima é de intensa alegria. Enquanto se aproximavam, Atena é envolvida por uma grande onda e é sugada para dentro do Oceano sem que os cavaleiros possam fazer alguma coisa. Todos ficam surpresos diante da nova ameaça, tendo em mente que o seu inimigo agora é Poseidon, o Deus dos oceanos.



 A Saga de Poseidon


No clímax da Saga de Asgard, Atena é raptada perante os cavaleiros por uma onda gigantesca. Enquanto os cavaleiros tentam descobrir o paradeiro de Saori, eventos catastróficos começam a ocorrer ao redor do do mundo: maremotos, chuvas torrenciais, nevascas, etc. Sabendo que o verdadeiro inimigo é o Imperador dos Oceanos Poseidon, que colocou e controlou Hilda através do poder do Anel de Nibelungo para que destruísse Atena e os Cavaleiros, Seiya e outros descobrem com a ajuda de Hilda e Frea uma passagem em Asgard que pode levá-los até a Fortaleza Submarina do deus dos Mares.

Lá explica a Atena o motivo do rapto: Poseidon pretende inundar a Terra e torná-la seu domínio aquático e explica ainda que, agora que o seu cosmo está provocando esses inúmeros desastres pelo mundo ele pretende "limpar" a humanidade da face da Terra para construir uma nova Utopia. Mesmo percebendo o choque de Atena ao saber de suas intenções, Poseidon ainda tenta convence-la (da mesma forma que havia tentado fazê-la casar com ele anteriormente) que junte-se a ele e dominem o mundo junto. Atena recusa essa salvação pela perdição da Terra, e oferece sua própria vida para salvar o mundo.

Poseidon a prende assim no Pilar Principal, um enorme pilar que sustenta o reino de Poseidon. Esse pilar será preenchido com a água com a qual ele pretendia inundar a Terra. Para Atena só resta a fé que tem em seus Cavaleiros. Recepcionados pela sereia Tetis, o General Marinho Kanon e os defensores de Atena ficam sabendo do cárcere de Atena. Menosprezando os poderes dos Cavaleiros de Bronze, o Dragão Marinho conta que a única forma de salvar a deusa é vencendo os Sete Generais Marinhos e destruindo seus respectivos pilares.