GOSICK

A história de GOSICK acontece no ano de 1924 em uma pequena nação européia, a fantasiosa Saubure. O anime se concentra em Kazuya Kujo, o terceiro filho de um Soldado Imperial Japonês, que está estudando por intercâmbio na Academia Santa Margarida, onde as lendas urbanas e histórias de terror são assunto comum. Lá ele conhece a Victorique, uma garota linda e misteriosa que nunca aparece nas aulas e passa todo o seu tempo na biblioteca, devorando todos os livros ou resolvendo mistérios que os detetives não conseguem resolver. Acompanhem Kujo e Victorique enquanto eles se esforçam para resolverem todo o tipo de mistério assustador. 


GOSICK é a mais nova obra do conceituado estúdio Bones, um dos meus favoritos com certeza. Podemos ver aqui a belíssima animação que já é marca registrada do estúdio, ainda que ela não seja muito exigida e não chegue a ser tão boa quanto, por exemplo, a Darker than Black. No entanto, o estúdio acerta em cheio em sua fotografia e na ambientação, representando com detalhes uma sociedade aristocrata de um país inexistente, certamente algo a ser bem explorado.


Unindo toques de leve humor, baseando-se e homengeando as histórias de Sherlock Holmes com um tom aventuresco, GOSICK teve um primeiro episódio interessante, ainda que lento e às vezes entediante. Nenhum personagem consegue realmente cativar o público quando está no ar e o lugar poderia ter sido melhor apresentado.